CEBRAP e outras instituições integram consórcio de pesquisa Instituto Merian – América Latina

 

O Instituto Merian (Maria Sibylla Merian International Centre in the Humanities and Social Sciences “Conviviality in Unequal Societies: Perspectives from Latin America“) é um consórcio de pesquisa formado por pesquisadores de ciências sociais e humanidades de sete instituições:

– Universidade de São Paulo (USP)

– Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP)

– Universidade Livre de Berlim (FU Berlin)

– Universidade de Colônia (UzK)

– Instituto Ibero-Americano (IAI)

– El Colegio de México (COLMEX)

– Instituto de Investigaciones en Humanidades y Ciencias Sociales (CONICET/Universidad Nacional de La Plata)

O Instituto tem dupla sede, em São Paulo e Berlin, e será financiando pelo Ministério de Educação e Pesquisa da Alemanha, no âmbito de linha de fomento dedicada a centros de estudos avançados em diferentes regiões do mundo.

O programa de investigação do Instituto Merian focaliza o estudo de formas de convivência entre grupos sociais, políticos, religiosos e culturais em sociedades desiguais, na América Latina e no Caribe, e visa promover pesquisas comparativas e acerca de interdependências transregionais.

O Instituto Merian visa se constituir em fórum transnacional de produção e circulação de conhecimentos de excelência, caracterizado pela cooperação horizontal e simétrica entre pesquisadores de diferentes disciplinas e países, abrigando pós-doutores e pesquisadores seniores dedicados aos temas do Instituto.

Leia Também

Centro que reuniu intelectuais no auge da ditadura fez concessões para existir; já a geração atual é mais acadêmica. Para se constituir justamente no período mais duro da ditadura militar brasileira, imediatamente após a entrada em vigor do Ato Institucional nº 5, que limitou direitos civis e políticos no país, o Cebrap, que agora completa […]

A revista Novos Estudos e o Núcleo Direito e Democracia convidam para um encontro com Lijia Zhang. Autora de A garota da fábrica de mísseis: memórias de uma operária da nova China (Ed. Reler, 2010), a escritora e jornalista chinesa discutirá seu livro, suas experiências pessoais das mudanças na China nas últimas três décadas – […]