CEBRAP lamenta a morte de Antonio Candido

O CEBRAP lamenta a perda de Antonio Candido, autor de extensa e inestimável contribuição para o pensamento social no Brasil e no mundo. Membro do quadro de sócios do CEBRAP desde 1971, Candido foi um mestre para várias gerações de pesquisadores em literatura e ciências humanas. Que a erudição e o rigor crítico do professor Antonio Candido – bem como sua constante valorização do papel público do intelectual – sigam nos servindo de farol.

O velório está acontecendo no Hospital Albert Einstein, nesta sexta-feira, 12/5, entre 09h e 17h.

A diretoria do CEBRAP decretou luto oficial de três dias e encerrou todas as atividades desta sexta-feira, 12/5. A Assembleia Geral de Sócios do CEBRAP também foi adiada e a nova data será definida no decorrer da próxima semana.

Leia Também

Criado em plena ditadura, o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, o Cebrap, há 40 anos estuda os problemas do País. Agora tem livro e filme sobre sua história. Aos 40 anos, uma instituição pode ser considerada velha ou apenas uma senhora que passou por experiências incomuns e começa a dar sinais de cansaço? Qualquer […]

Núcleo Democracia e Ação Coletiva do CEBRAP em parceria com IDS (Institute of Development Studies) lança publicação. No dia 19 de maio, às 19 horas, no auditório do CEBRAP, foi lançado o material “Controle Social: dos serviços públicos à garantia de direitos”. Voltado a atividades formativas para organizações da sociedade civil, o material apresenta resultados […]

Com base em pesquisa do Cebrap, CET sinaliza rotas para uso de bicicleta como meio de transporte na Lapa e na Mooca. Ciclorrota vai ligar Parques Villa-Lobos e da Água Branca Via para ciclistas na zona oeste terá 18 km e deve ser inaugurada ainda neste mês; na Mooca, serão 8 km até o Sesc […]

Nota de falecimento O Cebrap lamenta o falecimento do cientista político argentino Guillermo O’Donnell, um dos principais teóricos do autoritarismo e da democracia na América Latina. Entre seus trabalhos seminais estão Modernización y autoritarismo (1972) e El Estado burocrático autoritário (1982), estudos cruciais para a compreensão das origens e da natureza dos regimes autoritários da […]