Cebrap Pesquisa #03 – Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil

No terceiro episódio da série #CebrapPesquisa, a socióloga Ana Paula Galdeano fala sobre “Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil”. A pesquisa, financiada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente [CMDCA] e Fundo Municipal da Criança e do Adolescente [FUMCAD] da Prefeitura de São Paulo, discute o trabalho infantil no tráfico de drogas e em outros mercados informais, as condições de vida das famílias de adolescentes nas regiões de Sapopemba [Zona Leste], Vila Maria [Zona Norte] e Sé [Centro], e os dilemas de implementação da Política Socioeducativa em Meio-Aberto na cidade de São Paulo.

A pesquisa “Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil” ganhará, em breve, versão impressa.

Leitura complementar: Apresentação_Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil

A série #CebrapPesquisa tem como objetivo divulgar trabalhos em andamento feitos pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.

Cebrap Pesquisa #01 – Impacto Social do Uso da Bicicleta em São Paulo

Cebrap Pesquisa #02 – A Política das Ruas

Leia Também

No terceiro episódio da série #CebrapPesquisa, a socióloga Ana Paula Galdeano fala sobre “Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil”. A pesquisa, financiada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente [CMDCA] e Fundo Municipal da Criança e do Adolescente [FUMCAD] da Prefeitura de São Paulo, discute o trabalho infantil […]

Elza Berquó, Pesquisadora e Sócia-Fundadora do CEBRAP, foi homenageada por sua contribuição à pesquisa No último dia 05, Elza Berquó foi homenageada por sua contribuição à pesquisa, à inovação tecnológica e à reflexão crítica sobre Prevenção na resposta à Aids, durante o Seminário “Fazer da 4ª. década a última: 30 Anos de epidemia de AIDS”, […]

“Aos meus filhos e seus companheiros de geração, para que façam mais e melhor”. Eis a dedicatória de Paul Singer em ‘Desenvolvimento e Crise’ [Difusão Europeia do Livro, 1968]. Tais palavras têm um significado múltiplo: o amor incondicional aos seus, o compromisso com a transformação, a esperança na juventude e a permanente busca do aperfeiçoamento. […]