“Democracia hoje” por José Arthur Giannotti

“A política só pode começar quando algum acordo passa a acontecer. A política é anterior ao Estado e anterior à sociedade civil. (…) A partir de um certo momento, pra se ter política é necessário uma tolerância com o inimigo e exigir dele uma certa cooptação. É uma relação de adversário e associados. Mas sempre à beira da ruptura. (…) A democracia moderna depende de um processo de geração de riquezas chamado capitalismo. O capitalismo é um processo de formação de riqueza que tem um mecanismo especial, pois ele cria riquezas que geram mais riquezas e também conflitos a partir de desigualdades”, essas foram algumas reflexões do filósofo José Arthur Giannotti, um dos fundadores do Cebrap, no seminário ‘Democracia hoje’.

Segue a íntegra da apresentação:

Leia Também

O Intergovernmental Committee for the Protection and Promotion of the Diversity of Cultural Expressions  da Unesco aprovou o financiamento do projeto ‘Strengthening local cultural chains and networks in four brazilian mid sized cultural poles’. Único brasileiro aprovado entre os 7 escolhidos pelo edital, o proposto pelo Cebrap tem como objetivos diretos mapear e diagnosticar as […]

“Nascida numa era sinistra, instituição legou essa lição à sociedade brasileira” Incomum na comunidade acadêmica brasileira, o hábito de celebrar os próprios feitos, a sua continuidade no tempo ou o próprio desenvolvimento de suas instituições não entusiasma muito a maioria dos cientistas sociais brasileiros (ao contrário, por exemplo, de nossos colegas norte-americanos que não perdem […]

Em mais uma edição da série Diálogos Cebrap/Folha, o ministro do STF, Luis Roberto Barroso, e o professor da USP e pesquisador do Cebrap, Fernando Limongi, debateram sobre os 30 anos da Constituição brasileira, seus avanços, limites e atual crise política. Mediação de Uirá Machado, jornalista da Folha de S. Paulo e editor do caderno […]