Guillermo O’Donnell (1936-2011)

Nota de falecimento

O Cebrap lamenta o falecimento do cientista político argentino Guillermo O’Donnell, um dos principais teóricos do autoritarismo e da democracia na América Latina. Entre seus trabalhos seminais estão Modernización y autoritarismo (1972) e El Estado burocrático autoritário (1982), estudos cruciais para a compreensão das origens e da natureza dos regimes autoritários da região, assim como dos empecilhos à democratização efetiva dos países latino-americanos. Professor da universidade de Notre Dame (EUA), onde dirigiu o Instituto Kellog de Estudos Internacionais, O’Donnell presidiu a Associação Internacional de Ciência Política de 1988 a 1991. Entre 1985 e 1992, foi pesquisador sênior do Cebrap, onde coordenou pesquisas sobre a transição democrática na América Latina. O’Donnell também colaborou em diversas ocasiões com a revista Novos Estudos, como atestam os artigos “Poliarquias e a (in)efetividade da lei na América Latina” (1998), “Sobre o Estado, a democratização e alguns problemas conceituais” (1993), e “Democracia delegativa?” (1991).

Leia Também

Em 2009, o Cebrap – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento – completa 40 anos. Para comemorar, a Cosac Naify, em nova parceria com o SESC SP, lança Retrato de grupo, que recupera a história da instituição que ajudou a formar o Brasil moderno. Em 2009, o Cebrap – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento […]

Em 2009, o Cebrap – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento – completa 40 anos. Para comemorar, a Cosac Naify, em nova parceria com o SESC SP, lança Retrato de grupo, que recupera a história da instituição que ajudou a formar o Brasil moderno. Em 2009, o Cebrap – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento […]

A ampliação da oferta de serviços públicos por meio do chamado governo eletrônico significa menos burocracia, menos desperdício de tempo e um ganho inestimável no exercício da cidadania. No Estado de São Paulo, avanços nesse campo são evidentes nos últimos anos, como mostra a pesquisa realizada para esta edição do Políticas Públicas em Foco. Constatou-se […]

O Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP) condena a ação da Assembleia Legislativa de São Paulo, que RETIROU DA FAPESP recursos orçamentários garantidos pela Constituição estadual da ordem de R$ 120 milhões. Esta ação e a recente declaração do governador do Estado, Geraldo Alckmin, contra os critérios de financiamento da Fapesp ameaçam as autonomias […]