Pela obrigatoriedade das disciplinas de Filosofia e Sociologia no Ensino Médio

O Cebrap apoia iniciativa da ANPOF [Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia], em parceria com a ANPOCS [Associação Nacional de Pós-Gradução e Pesquisa em Ciências Sociais], solicitando ao Senado a reinserção dos conteúdos curriculares de Filosofia e Sociologia como componentes obrigatórios do currículo do ensino médio com carga horária de 12 períodos distribuídos em três anos letivos.

Os componentes curriculares são fundamentais na formação humana de indivíduos politizados, autônomos e capazes de exercer a cidadania com consciência. A partir da Filosofia, o aluno estimula e desenvolve o pensamento crítico, enquanto que a Sociologia o ajuda a compreender o que é a cidadania.

Apoie esta iniciativa no site do Senado Federal.

Leia Também

Centro que reuniu intelectuais no auge da ditadura fez concessões para existir; já a geração atual é mais acadêmica. Para se constituir justamente no período mais duro da ditadura militar brasileira, imediatamente após a entrada em vigor do Ato Institucional nº 5, que limitou direitos civis e políticos no país, o Cebrap, que agora completa […]

Resultados do estudo realizado pela Fundação Seade para a Prefeitura da Cidade de São Paulo O estudo conceituou, organizou e quantificou informações inéditas sobre as atividades das ciências da vida humana em São Paulo, confirmando sua centralidade no cenário paulista e nacional e colocando-a entre os mais relevantes centros internacionais promotores de atividades que envolvem […]

“‘Eu sou uma visionária.’ É assim, racional e sem falsa modéstia, que Elza Salvatori Berquó costuma se apresentar a novos interlocutores. De fato, quinze minutos de conversa bastam para comprovar que a definição cai muito bem a esta matemática de 92 anos, com mais de sessenta deles dedicados a transformar dados estatísticos em inéditos estudos […]