Pela obrigatoriedade das disciplinas de Filosofia e Sociologia no Ensino Médio

O Cebrap apoia iniciativa da ANPOF [Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia], em parceria com a ANPOCS [Associação Nacional de Pós-Gradução e Pesquisa em Ciências Sociais], solicitando ao Senado a reinserção dos conteúdos curriculares de Filosofia e Sociologia como componentes obrigatórios do currículo do ensino médio com carga horária de 12 períodos distribuídos em três anos letivos.

Os componentes curriculares são fundamentais na formação humana de indivíduos politizados, autônomos e capazes de exercer a cidadania com consciência. A partir da Filosofia, o aluno estimula e desenvolve o pensamento crítico, enquanto que a Sociologia o ajuda a compreender o que é a cidadania.

Apoie esta iniciativa no site do Senado Federal.

Leia Também

Paulo Todescan Mattos apresenta seminário sobre cooperações público-privadas no desenvolvimento industrial. O Estado tomador de riscos: cooperações público-privadas no desenvolvimento industrial Paulo Todescan Mattos, professor de Direito Econômico da FGV-RJ, pesquisador do CEBRAP e atualmente Diretor Vice-Presidente de Regulamentação da Oi. Foi Superintendente do BNDES. 18 de junho, sexta, às 16h no Auditório do Cebrap

Estão abertas as inscrições para o workshop internacional ‘Trabalho, Cuidado e Políticas Públicas: Um Olhar Sobre a América Latina’ que acontecerá de 15 a 17 de outubro de 2018, na USP, em São Paulo. Uma das responsáveis pelo evento é Nadya Guimarães, socióloga, professora da USP e pesquisadora do Cebrap. INSCRIÇÕES AQUI. Segue abaixo a programação […]

Os cinco pesquisadores que foram selecionados para programa Um encontro realizado na tarde desta segunda-feira, 12/6, no CEBRAP marcou o início do projeto Desafio Mobilidade Itaú-CEBRAP 2017. Os cinco pesquisadores que foram selecionados para desenvolver propostas de estudos sobre mobilidade por bicicleta no Brasil conheceram os coordenadores do projeto e ainda assistiram a aula inaugural […]

O novo livro da pesquisadora e presidente do Cebrap, Angela Alonso, foi destaque na última edição do cardeno Ilustrada, do jornal Folha de S.Paulo. Em “Flores, Votos e Balas – O movimento abolicionista brasileiro (1868-88)”, a história do primeiro grande movimento social da história do Brasil é contada. Confira aqui, a matéria completa.