Patrícia Tavares de Freitas

Sobre o Pesquisador

Atualmente, pesquisadora de pós doutorado do Centro de Estudos da Metrópole (CEM), vinculado ao Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP) e à Universidade de São Paulo (USP), com uma pesquisa na área de ciência política acerca dos conflitos e articulações sócio-estatais em torno da produção de políticas locais voltadas para a integração social dos novos imigrantes nas cidades de São Paulo, no Brasil, e Buenos Aires, na Argentina. Também faz parte do Núcleo de Democracia e Ação Coletiva (NDAC), do CEBRAP, do Grupo Políticas Locais e Migração, da Faculdade de Direito da USP, vinculado ao projeto Cosmópolis, e do grupo Processos Migratórios e Saúde: perspectivas interdisciplinares, vinculado à Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo - os três grupos cadastrados no CNPq. Desenvolveu, durante o mestrado e o doutorado, no programa de sociologia, da Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (IFCH-Unicamp), no âmbito do projeto temático Observatório das Migrações em São Paulo, do Núcleo de Estudos da População (Nepo), uma pesquisa sobre a migração boliviana vinculada à indústria de confecção nas cidades de São Paulo e Buenos Aires, baseada em etnografia multi-situada (em São Paulo, no Brasil, Buenos Aires, na Argentina e La Paz, El Alto, Cochabamba e no município rural de Escoma, na Bolívia) e em entrevistas de narrativas de vida com os migrantes bolivianos. Graduada em ciências sociais, pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (FFLCH). Tem experiência na área de Sociologia e Ciência Política, com ênfase em questões urbanas, estudos rurais, trabalho, estudos migratórios, cidadania e movimentos sociais. Temas de pesquisa atuais: migrações internacionais, políticas públicas, participação social, movimentos sociais, mobilidades rurais-urbanas, cidadania local.

expandir