Coprodução e redução das desigualdades em saúde: Aprendendo com Brasil e Moçambique (2016-2018)

Pesquisa feita em parceria com o Institute of Development Studies(Reino Unido) e o N’weti (Moçambique) para investigar as relações entre a trajetória das desigualdades em saúde sob diferentes condições políticas e institucionais. Para tanto busca identificar – tanto em centros urbanos quanto em áreas rurais no Brasil e em Moçambique – as dinâmicas eleitorais, de gestão pública e de participação social que têm contribuído para a redução das desigualdades em saúde.

 

Além de buscar gerar avanços conceituais e metodológicos, o projeto também investe em conexões e espaços de colaboração entre grupos – tanto na Saúde Pública, quanto na Ciência Política, que estudam, formulam e implementam políticas públicas de saúde no Brasil e na África meridional, promovendo interações constantes entre especialistas e gestores públicos.

 

A pesquisa é financiada pelo Economic and Social Research Council (ERSC) e pelo Departament for International Development (DFID), do Reino Unido, por meio do programa de fomento “ESRC-DFID Poverty Alleviation 2014-15”.

 

Veja o Blog da pesquisa em: www.vozesdesiguais.org

 

Pesquisadores:

Coordenação: Vera Schattan P Coelho e Alex Shankland

Equipe de pesquisa: Marina Luna, Pedro Telles, Alexandre Calandrini, e Laura Trajber Waisbich

 

Informações

IDS; ESRC, DFID

Período

2016-2018

Anexos

Pesquisadores