Políticas Públicas em debate, o seminário

O Cebrap foi um dos realizadores – numa parceria com o Nexo, o Insper e o Gife – do seminário “Políticas Públicas em debate: o que sabemos, o que queremos”. Durante o dia 4 de setembro, na sede do Insper em São Paulo, dezenas de especialistas de diversas áreas se encontraram para debater seis grandes temas fundamentais para o Brasil. A abertura – que pode ser vista AQUI – contou com as presenças de Sergio Firpo (Insper), Paula Miraglia (Nexo), Neca Setubal (Gife) e Carlos Eduardo Torres Freire, diretor científico do Cebrap.

Durante o período da manhã aconteceram três sessões simultâneas: ‘Crise fiscal e regime previdenciário’ com Paulo Tafner (Fipe-USP), Rogério Nagamine (Ipea) e Hélio Zylberstajn (USP); ‘Desigualdade no mercado de trabalho’ com Marcelo Medeiros (Ipea), Ricardo Paes de Barros (Instituto Ayrton Senna e Insper) e Cida Bento (CEERT); e ‘Cidades, mobilidade urbana e impasses ambientais’ com Ciro Biderman (Cepesp-FGV), Paula Santoro (FAU-USP) e Walter Figueiredo de Simoni (Inst. Clima e Sociedade).

Já no período da tarde, outras três sessões: ‘Financiamento, gestão e regulação em saúde’ com Rudi Rocha (Eaesp-FGV), Vera Schattan (Cebrap) e Ligia Bahia (UFRJ); ‘Desafios na educação pública’ com Ricardo Madeira (USP), Olavo Nogueira Filho (Todos Pela Educação) e Naércio Menezes Filho (Insper); e ‘Políticas de segurança pública’ com Daniel Cerqueira (Ipea), Carolina Ricardo (Instituto Sou da Paz) e Átila Roque (Fundação Ford). Esta última teve mediação de Maurício Fiore (Cebrap). No encerramento do evento, Fiore e Hellen Guicheney, outra pesquisadora do Cebrap, também participaram do esforço de resumir as questões levantadas durante o dia.

Em breve, o Nexo disponibilizará conteúdos jornalísticos em vídeo, texto ou áudio, a partir das discussões do seminário, e compartilharemos aqui no site e também nas redes do Cebrap.

Leia Também

“Nascida numa era sinistra, instituição legou essa lição à sociedade brasileira” Incomum na comunidade acadêmica brasileira, o hábito de celebrar os próprios feitos, a sua continuidade no tempo ou o próprio desenvolvimento de suas instituições não entusiasma muito a maioria dos cientistas sociais brasileiros (ao contrário, por exemplo, de nossos colegas norte-americanos que não perdem […]

Em evento realizado no dia 11 de maio na sede do Cebrap, em São Paulo, o pesquisador canadense Gerry Bloom, do Institute of Development Studies [Universidade de Sussex], falou sobre a importância do compartilhamento de experiências que auxiliem no desenvolvimento de políticas em saúde que resultem na cobertura universal e redução das desigualdades durante o […]

“A política só pode começar quando algum acordo passa a acontecer. A política é anterior ao Estado e anterior à sociedade civil. (…) A partir de um certo momento, pra se ter política é necessário uma tolerância com o inimigo e exigir dele uma certa cooptação. É uma relação de adversário e associados. Mas sempre […]