Memória, representação e representatividade negra na política é tema do II Caderno Afro Memória

O Núcleo Afro-Cebrap e o Projeto Afro Memória fazem o lançamento da segunda edição do Caderno Afro Memória, cujo tema é “Memória, representação e representatividade negra na política”, no dia 3/3, às 18h, com transmissão ao vivo pelo YouTube.

O Caderno Afro Memória é uma publicação feita em parceria e apoio com diversas instituições brasileiras e internacionais. A fim de difundir a memória do ativismo negro no Brasil, esta publicação é baseada em acervos reunidos pelo Projeto Afro Memória, que por sua vez é voltado para a recuperação, preservação, catalogação, digitalização e publicização de acervos reunidos por organizações e militantes negros Brasil afora.

A edição “Memória, representação e representatividade negra na política” conta com a participação de 13 colaboradoras e colaboradores: Aldair Rodrigues, Edilza Sotero, Fillipe Alves, Flávia Rios, Franco Nascimento, Gevanilda Santos, Guilherme Antunes, Guilherme Godoy, Gustavo Mesquita, Keisha-Khan Perry, Maria Júlia Ananias, Mário Medeiros e Wescrey Portes.

No evento de lançamento há presença confirmada de: Paulo C. Ramos (Afro-Cebrap), Mário Medeiros (AEL/Unicamp), Daniela Vieira (CEMI/Linha Hip Hop em Trânsito/UEL).

Sobre o Afro Memória

O projeto resulta de um esforço coletivo que envolve o AFRO-CEBRAP, linha de pesquisa “Hip hop em trânsito” do Centro de Estudos de Migrações Internacionais da Unicamp, o Programa para Populações Marginalizadas, da Universidade da Pensilvânia e o Arquivo Edgard Leuenroth (AEL/ Unicamp), onde os acervos são preservados e disponibilizados para pesquisa. As atividades contam com apoio da Porticus Foundation, Instituto Ibirapitanga, Fundação Tide Setubal, FAPESP, Open Society, UCLA Archives in Danger e Universidade da Pensilvânia.

 

Leia Também

A segunda edição do Desafio Longeviver nos convida mais uma vez a refletir sobre o envelhecimento da população brasileira e os desafios para o mercado de trabalho. Iniciativa do Cebrap e do Itaú Viver Mais, o programa tem como objetivo incentivar a produção de conhecimento e apoiar pesquisadores que tenham interesse em investigar a temática. Cinco pesquisadores, de diferentes partes […]