Mecila, centro de pesquisas parceiro do Cebrap, recebe financiamento até 2026

O Mecila é um centro de pesquisas voltado ao estudo das relações conviviais em sociedades marcadas por desigualdades e diferenças e uma de suas sedes fica no Cebrap (a outra fica na USP). No início de setembro deste ano, o Mecila foi avaliado por uma comissão internacional e foi aprovado um financiamento para suas pesquisas até 2026.

Leia abaixo a íntegra da nota escrita por Marcos Nobre, presidente do Cebrap, após a aprovação:

“É com enorme satisfação que anunciamos a aprovação pelo Ministério da Educação e da Pesquisa da Alemanha de nossa proposta de criação do Mecila, o Maria Sibylla Merian Centre Conviviality-Inequality in Latin America. Trata-se de um centro interdisciplinar de altos estudos em ciências humanas e humanidades em formato de rede entre sete instituições, quatro da América Latina, três da Alemanha. Juntamente com a USP, o Cebrap será a sede física do Centro. Em abril de 2020, iniciaremos as atividades desta fase de funcionamento do Centro, com financiamento já assegurado até março de 2026.

Todos os anos, disporemos de 5 posições de Senior Fellow, 4 de Junior Fellow (Pós-Doutorado) – ambas com duração de nove meses (7 meses no primeiro ano) – e 2 grupos de pesquisa temático – apenas um grupo no primeiro ano de vigência (com tema geral “Conservatism(s)”), com até quatro pesquisadores e duração de 10 semanas –, com chamadas abertas internacionais. Teremos ainda 6 posições para doutorandos (com duração de três meses) e 1 posição rotativa no âmbito da Mecila Chair (com duração de dez semanas), posições destinadas exclusivamente a integrantes das sete instituições participantes do consórcio.

Senior Fellows terão salas individuais no Cebrap, que sediará também o seminário semanal de discussão e outras atividades relacionadas às pesquisas desenvolvidas no âmbito do Mecila. Esperamos poder divulgar as primeiras chamadas de candidaturas em outubro próximo e pedimos à comunidade cebrapiana especial empenho na divulgação e na apresentação de candidaturas, bem como na recepção de colegas que venham a compor o Mecila. Mais detalhes podem ser obtidos diretamente com os Pesquisadores Principais do Cebrap (Marta Machado e Marcos Nobre) e USP (Samuel Barbosa e Fernando Rugitsky), com a Coordenadora Científica do Centro, Mariana Teixeira, e com o codiretor do Centro, Sérgio Costa.

Sabemos bem o privilégio de poder contar com financiamento de qualidade para a pesquisa neste momento sombrio do país. Sabemos bem o significado de ter a oportunidade de construir uma rede interdisciplinar de pesquisa em ciências humanas e humanidades que possa de fato estabelecer redes e nós de intercâmbio científico no interior da América Latina depois de décadas de isolamento e de dificuldades. Mas também temos a confiança de que estaremos à altura desse desafio e dessa oportunidade porque temos recursos humanos, energia e disposição para isso.”

Leia Também

A noite desta quarta-feira, 10/6, marcou o lançamento do livro 1964: do golpe à democracia, obra idealizada pelo Cebrap com apoio do BNDES. Realizado na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, o evento contou com a presença das organizadoras da obra, as pesquisadoras Angela Alonso e Miriam Dolhnikoff, e também de alguns autores […]

Lançado agora, o CebrapCast é um novo jeito de compartilhar conteúdo de qualidade e alcançar mais pessoas. O podcast do Cebrap vai disponibilizar conteúdos produzidos pela entidade, começando com os “seminários da casa”. O primeiro episódio do CebrapCast debate “Os Militares e a Democracia”. Os convidados são Octávio Amorim Neto, da Fundação Getúlio Vargas do […]

O Desafio Mobilidade Itaú-Cebrap 2018 tem o objetivo de fomentar a produção de conhecimento sobre mobilidade por bicicleta no Brasil. O programa apoiará a produção de cinco artigos acadêmicos inéditos sobre o tema “A bicicleta na mobilidade urbana”. Serão selecionados 5 pesquisadores com propostas de estudos que serão desenvolvidos em seis meses. Os selecionados receberão […]