Na USP, uma homenagem a Nadya Araújo Guimarães

Nesta quarta, 21 de agosto, Nadya Araújo Guimarães foi homenageada por sua contribuição à docência e pesquisa na abertura do V Seminário Discente do Programa de pós-graduação em Sociologia da USP. Na ocasião, ministrou a conferência “A sociologia contra-ataca: a relevância da pesquisa e da universidade”. A homenageada analisou a trajetória brasileira de institucionalização do ensino superior e pesquisa científica destacando o “curioso enlace entre autoritarismo e universidade” no decorrer de nossa história que, no entanto, nunca havia “declinado em uma forma obscurantista, como ocorre nos dias de hoje”. Frente ao preocupante contexto atual, fez uma provocação: “Quais são as armas de combate da Sociologia?”. Professora titular do Departamento de Sociologia da USP, integrante da Academia Brasileira de Ciências e pesquisadora do Cebrap, Guimarães sublinhou o potencial da pesquisa sociológica na desnaturalização dos diferentes mecanismos que legitimam a dominação e na pluralização de visões não ortodoxas e dissonantes sobre os temas mais urgentes para “provocar a capacidade de mudança que mora nos próprios sujeitos”.

Leia Também

Na próxima sexta, 25 de outubro, o Cebrap e Fundação Getúlio Vargas (FGV) promovem o workshop “Opinião Pública e Relações Internacionais – O Projeto ‘Brasil, as Américas e o Mundo‘” O evento acontecerá no Salão Nobre da FGV [Av. 9 de Julho, 2029, 4º andar, Bela Vista, São Paulo]. Inscreva-se AQUI. Confira abaixo a programação […]

Na manhã desta terça-feira, 8/8, foi realizada uma cerimônia para homenagear a pesquisadora e sócia-fundadora do CEBRAP, a demógrafa Elza Berquó. Durante o evento, que contou com a presença de importantes membros da história da instituição, foi inaugurada a nova placa do auditório do CEBRAP. Agora, o espaço passa a se chamar Auditório Elza Berquó. […]