Pesquisador do IPP-Cebrap participará do 8º Brics Young Scientist Forum na África do Sul

Bruno Pasquarelli, pesquisador do Programa Internacional de Pós-doutorado do Cebrap (IPP), foi selecionado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo Federal para apresentar seu trabalho no 8º Brics Young Scientist Forum. O evento, que acontecerá na cidade de Qheberha, África do Sul, será realizado entre os dias 31/7 e 2/8.

Bruno Pasquarelli integrará o painel intitulado “The Future of Society”, levando à discussão sua pesquisa sobre “Multilevel migration governance in Brazil and in the framework of the interiorization program of venezuelan migrants in the municipality of Maringá (PR)”.

O trabalho é resultado de sua investigação de pós-doutorado no IPP. O estudo aborda a estrutura de governança migratória multinível no Brasil, com foco na implementação do Programa de Interiorização de Venezuelanos no município de Maringá (PR) e nas políticas para a população migrante. Também analisa a governança para refugiados ambientais no país e a preparação dos municípios para recebê-los.

O Brics Young Scientist Forum reúne jovens cientistas talentosos dos países que compõem o BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), proporcionando um ambiente propício para a troca de conhecimentos, experiências e colaborações em diversas áreas da ciência, tecnologia e inovação.

 

Leia Também

Em 2023, os laboratórios do cebrap.lab estão organizados em duas trilhas, uma qualitativa e uma quantitativa, e em labs especiais, focados em técnicas multimétodos, em abordagens amplas de pesquisa ou em grandes bases de dados. Há descontos progressivos para quem cursar mais de um lab, seja ele especial ou das trilhas. De junho até dezembro […]

Nesta terça-feira, 26/9, foi lançado na sede da Open Society Foundations, no Rio de Janeiro, a revista Platô: Drogas e Políticas. Criada pela Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD) em parceria com o CEBRAP, a publicação é a primeira no Brasil a tratar sobre o tema de políticas de drogas. A Platô foi pensada para preencher um vácuo […]