Seminários CEBRAP – “Dissonância em concerto: a inauguração da Sala São Paulo”

A última edição do Seminários Cebrap de 2017 aconteceu no Auditório Elza Berquó, em 24 de novembro, e contou com a presença de Ricardo Teperman, antropólogo, editor executivo da Novos Estudos Cebrap e editor da Companhia das Letras. O tema do encontro foi “Dissonância em concerto: a inauguração da Sala São Paulo”, parte de sua tese de doutorado em Antropologia Social na USP.

Como é costume no Cebrap, a apresentação de um seminário é seguida de uma discussão aberta e Teperman tem lembranças muito vívidas de como este debate específico somou ao trabalho.

“Claro que apresentar um seminário no Cebrap implica sempre em refletir sobre as dimensões políticas de seu objeto de estudo – qualquer que seja ele. Após a rodada de comentários dos pesquisadores da casa, acabei mencionando a foto oficial de descerramento da placa inaugural da Sala São Paulo, em que figuram Mario e Lila Covas, Fernando Henrique e Ruth Cardoso, além do secretário de Cultura Marcos Mendonça. A ausência do prefeito Celso Pitta não é fortuita: a pedido do cerimonial de Covas, o então vice-governador Geraldo Alckmim havia dado sumiço no prefeito, gentilmente acompanhando-o até seu lugar na sala de concertos. O episódio ficou de fora da tese por me parecer apenas anedótico. Um equívoco, e um bom problema para enfrentar antes de pensar em livro”, afirmou o antropólogo.

Veja abaixo o seminário na íntegra.

Leia Também

Em tempos de Covid-19, quarentena e isolamento social, o Cebrap transferiu seus debates do Auditório Elza Berquó para a internet. Com transmissão ao vivo no canal do Cebrap no YouTube, os seminários virtuais vem tratando de diversos aspectos – econômicos, políticos, trabalho, etc – do Brasil e do mundo atingidos e transformados por essa crise […]

O Desjus (Desenvolvimento, Justiça e Cidadania), grupo de pesquisa do Núcleo de Estudos Internacionais do Cebrap, e a Fundação Tide Setúbal criaram as Oficinas de Formação do Desjus, um projeto que visa abrir caminhos para a justiça na democracia brasileira. As Oficinas, intituladas “Quais Lutas e Quais Imaginações?”, foram concebidas como espaços de experimentação e […]

O Mecila recebe bolsistas anualmente para um período de pesquisa de um ano em São Paulo, dividindo seu tempo entre o Cebrap e a USP para eventos e atividades acadêmicas. Como parte de sua integração, o Cebrap apresenta dois desses bolsistas quinzenalmente, compartilhando suas contribuições e pesquisas com a comunidade acadêmica. Fernando Nina é professor […]