Tecnologia a favor da democracia

Parceria do Cebrap com o Movimento Voto Aberto promove ferramenta que calcula a afinidade política entre o internauta e os deputados federais, auxiliando o cidadão na escolha de seus representantes.

Nesta segunda foi lançado o site www.extratoparlamentar.com.br, uma parceria do Cebrap com o Movimento Voto Aberto. O site oferece uma ferramenta que calcula a afinidade política entre o internauta e os deputados federais. Assim, o eleitor pode saber quais são os candidatos que pensam de forma mais parecida com ele.

Release sobre o site:

Nesta segunda foi lançado o site www.extratoparlamentar.com.br, uma parceria do Cebrap com o Movimento Voto Aberto, o site oferece uma ferramenta que calcula a afinidade política entre o internauta e os deputados federais. Assim, o eleitor pode saber quais são os candidatos que pensam de forma mais parecida com ele.

O funcionamento é simples: o internauta responde a 12 perguntas sobre projetos votados nominalmente na Câmara dos Deputados (se é a favor da Lei da Ficha Limpa ou se queria a prorrogação da CPMF, por exemplo) e o site compara as respostas com a posição de cada deputado. Depois, um modelo matemático ranqueia as respostas, mostrando quais os deputados mais afinados com o internauta em seu Estado e no país, com base no percentual de coincidência nas opiniões.

O site foi desenvolvido através de uma parceria entre o Voto Aberto e o grupo de Estudo Legislativos do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap). O Cebrap forneceu as informações sobre processo legislativo necessárias para a elaboração do algoritmo que permite o cálculo de afinidade parlamentar realizado no site, dando suporte técnico ao conceito, concebido e desenvolvido por Rafael Lamardo e seus colegas, do Movimento Voto Aberto.

O objetivo do site, em um contexto pré-eleitoral, é prover o eleitor de informações que possam ajudá-lo no momento de decidir seu candidato. Trata-se de uma ferramenta democrática que pretende ajudar a qualificar sua decisão, na medida em que possibilita a avaliação da atuação concreta, sobre temáticas específicas, dos parlamentares ao longo do governo anterior. Cabe frisar, porém, que essa não deve ser a ferramenta principal, nem tampouco a única, utilizada pelo eleitor para formar sua decisão. A construção da ferramenta de análise de afinidades é realizada através de critérios puramente técnicos e científicos. Não há qualquer viés ou preferência partidária em sua construção.

Leia Também

Livro e documentário revivem a luta de intelectuais que fizeram do Cebrap um lugar para se repensar o Brasil e o sentido da prática política. Era 1957. Ainda levaria tempo até chegar a escuridão da ditadura militar. Mas a resistência intelectual ao autoritarismo jogava suas sementes num seminário organizado por professores assistentes da Universidade de […]

“A política só pode começar quando algum acordo passa a acontecer. A política é anterior ao Estado e anterior à sociedade civil. (…) A partir de um certo momento, pra se ter política é necessário uma tolerância com o inimigo e exigir dele uma certa cooptação. É uma relação de adversário e associados. Mas sempre […]

16 de maio de 2019 foi o terceiro e último dia do seminário “Democracia à brasileira – Cebrap 50 anos” e os debates trataram de desigualdades, religião e debates políticos do espaço público. Na quinta mesa, por exemplo, Marta Arretche (Cebrap/CEM/USP), Pablo Beramendi (Duke University) e Marcelo Medeiros (IPEA) discutiram, com mediação de Márcia Lima, […]