Inscrições abertas para fórum na Unicamp sobre suicídio

Já estão abertas as inscrições para o fórum ‘Suicídio – Des/compassos da vida: números, atos e demandas’, que acontece em 8 de agosto no Centro de Convenções da Unicamp. O evento, organizado pelo NEPO [Núcleo de Estudos de População Elza Berquó] em parceria com o Cebrap, pretende promover o conhecimento e alimentar o debate sobre o suicídio no Brasil. Inscrição AQUI.

PROGRAMAÇÃO – 8 de agosto de 2018

8h30 – Credenciamento

9h00 – Abertura

9h15-11h00 – Suicídio e Dor na Contemporaneidade: cenários nacionais e internacionais

“Sujeitos em sobressalto: suicídios como passagem ao ato ou sintoma civilizador?”, por Margareth Arilha [Psicanalista, mestre em Psicologia Social /PUC-SP, doutora em Saúde Pública/USP, Pesquisadora NEPO/UNICAMP]

“Brasil, Suicídios e Prevenção: informação para a ação”, por Aglaêr Alves da Nóbrega [Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde]

“Panorama global, diretrizes e recomendações internacionais sobre a prevenção do suicídio”, por Daniel Elia [Rede de Saúde Mental/SUS/Município do Rio de Janeiro/Ex-consultor da área de Saúde Mental da OPAS/Brasil]

Mediação: Sandra Garcia [Antropóloga, doutora em Demografia/UNICAMP, coordenadora da área de População do CEBRAP]

11h00-12h30 – Prevalências e desistências da vida em ato : por quê?

“Análise Demográfica dos suicídios no Brasil contemporâneo”, por Tirza Aidar [professora titular do Depto. de Demografia do IFCH/ NEPO/UNICAMP, mestre e doutora em Demografia]

“Comportamento suicida em estudantes universitários”, por Paulo Dalgalarrondo [Professor titular do Depto. de Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP]

“Sofrimentos, violências, saúde mental e redes de cuidado em instituições de ensino”, por Tatiana Lionço [Professora Titular do Instituto de Psicologia da UnB e Coordenadora do Núcleo de Estudos de Diversidade Sexual e de Gênero do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da UNB]

Mediação: Luciana Correia Alves [professora Departamento de Demografia IFCH/UNICAMP]

12h30 – Almoço

14h00-15h30 – Travessias Violentas: a solidão de vidas marcadas

“Bullying no Brasil e suas interfaces com o suicídio”, por Wilza Villella [Médica psiquiatra, livre docente pela UNIFESP]

“Auto mutilação e suicídio na adolescência”, por Sara Sgobin [Médica Psiquiatra, Coordenadora de Saúde Mental de Campinas]

“Violência soméstica e tentativas de suicídio”, por Julia Garcia Durand [Pós Doutora pelo Instituto de Psicologia da USP, professora visitante]

Mediação: Glaucia Marcondes [socióloga, pesquisadora, doutora em Demografia NEPO/UNICAMP]

15h30-17h00 – Suicídios: atos , impactos e prevenção

“Desafios contemporâneos em cenários de conflitos e tensões emergentes – riscos e prevenção do suicídio”, por Fernando Fernandes [Médico psiquiatra e pesquisador do Programa de Transtornos do Humor – Ipq HCFMUSP]

“Comportamentos suicidas e envelhecimento”, por Ana Elisa Figueiredo [Fundação Oswaldo Cruz/CLAVES-RJ]

“Suicídio em populações indígenas: questões e desafios”, por Fernando Albuquerque [Comitê Nacional de Prevenção do Suicídio/SESAI/Ministério da Saúde]

“Narrativas de acolhimento e prevenção do suicídio: uma experiência exitosa”, por Elaine Macedo [Coordenadora de Estudos do Centro de Valorização da Vida e Porta Voz Nacional]

Mediação : Elza Berquó [Demógrafa e Fundadora do NEPO e do CEBRAP

Leia Também

Durante a Reunião Magna da Academia Brasileira de Ciências, realizada na última semana, a pesquisadora do Cebrap Nadya Araujo Guimarães foi empossada como membro titular da entidade. Os membros titulares da Academia Brasileira de Ciências são cientistas radicados no Brasil há mais de dez anos, com destacada atuação científica. Confira abaixo a lista completa dos […]

Criado em plena ditadura, o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, o Cebrap, há 40 anos estuda os problemas do País. Agora tem livro e filme sobre sua história. Aos 40 anos, uma instituição pode ser considerada velha ou apenas uma senhora que passou por experiências incomuns e começa a dar sinais de cansaço? Qualquer […]

O relatório da pesquisa O Brasil, as Américas e o mundo,  descreve as percepções do público brasileiro e de líderes, vinculados a questões internacionais,  sobre política externa e questões internacional. A pesquisa faz  parte de uma parceria acadêmica internacional entre equipes de pesquisadores de vários países da América Latina — Argentina, Brasil, Chile, Colômbia,  Equador, México  […]

Resultado de um esforço coletivo promovido pela Articulação Popular de Movimentos de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Brasil [MDDCA], o relatório ‘Crianças e adolescentes com familiares encarcerados: levantamento de impactos sociais, econômicos e afetivos’ é a primeira abordagem sobre o tema a ser realizada no país. Coordenado pela socióloga Ana Paula […]