Análise de sistemas de compartilhamento de bicicletas

A implantação de sistemas de compartilhamento de bicicletas trouxe a necessidade de entender sua forma de funcionamento na cidade, sua relação com a rede de transportes públicos, equipamentos culturais, áreas de lazer, etc. A partir dos bancos de dados gerados na operação, os quais contêm informações das viagens (tempo de duração, horário, bicicletas utilizadas) o Cebrap analisa o uso dos sistemas de compartilhamento em sete cidades Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, Recife, Belo Horizonte e Brasília). Tais análises, utilizando diferentes técnicas estatísticas e de georreferenciamento, permitem avaliar o funcionando dos sistemas, as características de uso nas diversas regiões, a assiduidade dos seus usuários, os maiores pontos geradores de fluxo, onde apresenta baixo uso, quais estações apresentam maior ociosidade, entre outras informações.

Período

2012 e 2013

Participantes

Carlos Torres Freire

Daniela Costanzo

Luísa Adib Dino

Maria Carolina Vasconcelos Oliveira

Victor Callil

Período

2012 – em andamento

Patrocínio

Banco Itaú

Anexos