Cebrap Pesquisa #03 – Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil

No terceiro episódio da série #CebrapPesquisa, a socióloga Ana Paula Galdeano fala sobre “Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil”. A pesquisa, financiada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente [CMDCA] e Fundo Municipal da Criança e do Adolescente [FUMCAD] da Prefeitura de São Paulo, discute o trabalho infantil no tráfico de drogas e em outros mercados informais, as condições de vida das famílias de adolescentes nas regiões de Sapopemba [Zona Leste], Vila Maria [Zona Norte] e Sé [Centro], e os dilemas de implementação da Política Socioeducativa em Meio-Aberto na cidade de São Paulo.

A pesquisa “Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil” ganhará, em breve, versão impressa.

Leitura complementar: Apresentação_Tráfico de drogas entre as piores formas de trabalho infantil

A série #CebrapPesquisa tem como objetivo divulgar trabalhos em andamento feitos pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.

Cebrap Pesquisa #01 – Impacto Social do Uso da Bicicleta em São Paulo

Cebrap Pesquisa #02 – A Política das Ruas

Leia Também

Resultados do estudo realizado pela Fundação Seade para a Prefeitura da Cidade de São Paulo O estudo conceituou, organizou e quantificou informações inéditas sobre as atividades das ciências da vida humana em São Paulo, confirmando sua centralidade no cenário paulista e nacional e colocando-a entre os mais relevantes centros internacionais promotores de atividades que envolvem […]

Em 2023, os laboratórios do cebrap.lab estão organizados em duas trilhas, uma qualitativa e uma quantitativa, e em labs especiais, focados em técnicas multimétodos, em abordagens amplas de pesquisa ou em grandes bases de dados. Há descontos progressivos para quem cursar mais de um lab, seja ele especial ou das trilhas. De junho até dezembro […]

A segunda edição dos Cadernos Afro Memória “Memória, representação e representatividade negra na política” conta com a participação de 13 colaboradoras e colaboradores: Aldair Rodrigues, Edilza Sotero, Fillipe Alves, Flávia Rios, Franco Nascimento, Gevanilda Santos, Guilherme Antunes, Guilherme Godoy, Gustavo Mesquita, Keisha-Khan Perry, Maria Júlia Ananias, Mário Medeiros e Wescrey Portes.