Confira a programação dos labs especiais de 2023 do cebrap.lab

Em 2023, os laboratórios do cebrap.lab estão organizados em duas trilhas, uma qualitativa e uma quantitativa, e em labs especiais, focados em técnicas multimétodos, em abordagens amplas de pesquisa ou em grandes bases de dados. Há descontos progressivos para quem cursar mais de um lab, seja ele especial ou das trilhas.

De maio até dezembro o cebrap.lab oferece os seguintes cursos especiais:

  • PNAD Contínua (15 a 19 de maio)
  • Laboratório de desenho de pesquisa (19 a 23 de junho)
  • Análise de dados qualitativos utilizando Atlas.ti (10 a 14 de julho)
  • Análise de dados legislativos (31 de julho a 4 de agosto)
  • Análise de redes utilizando SocNetV (18 a 22 de setembro)
  • Estudos de caso em Políticas Públicas (4 a 8 de dezembro)

Dessa forma, em maio teremos cursos da trilha quanti, quali e da série especiais:

De 8 a 12 de maio, Jaciane Milanezi conduz o laboratório de Entrevistas em profundidade. Este laboratório objetiva introduzir a audiência ao uso da entrevista em estudos qualitativos a partir das ciências sociais. Primeiro, será abordada a elaboração de tipos de entrevistas por perguntas teoricamente orientadas. Em seguida, o lab foca nas principais fases da entrevista, como o encontro com os entrevistados, testagem do roteiro, condução da interação, sistematização e análise. Por fim, são discutidos alguns desafios rotineiros, tais como posições sociais dos interlocutores, comportamentos inesperados de ambos e temas sensíveis.

De 15 a 19 de maio, Victor Callil oferece o laboratório sobre a PNAD Contínua. O curso é voltado para pessoas que gostariam de trabalhar com essa base e não estão habituadas a manipular bancos de dados complexos como este. Durante as aulas, os participantes aprenderão sobre questões metodológicas da pesquisa, bem como sobre suas nuances, limites e possibilidades. O curso ensinará a selecionar aquilo que se deseja na base disponibilizada pelo IBGE, levar para um software de manipulação de dados e trabalhar algumas estatísticas básicas (frequências, tabelas cruzadas, médias, medianas, etc.).

De 22 a 26 de maio, Dorival Mata-Machado conduz o laboratório de Amostragem em surveys. Este laboratório oferece ferramentas para que os participantes possam, a partir da identificação de um problema de estudo e da população alvo, desenhar uma amostra estatisticamente representativa, com tamanho adequado para análise. O curso também explica como e quando aplicar uma ponderação e outros ajustes para minimizar o viés de amostragem. Serão utilizadas exposições, vídeos, textos de aprofundamento e exercícios práticos.

A programação completa e as informações sobre matrículas podem ser conferidas em https://cebrap.org.br/cebrap-lab/ 

Leia Também

As cidades brasileiras perderam Lúcio Kowarick, um dos mais argutos pioneiros da sociologia urbana brasileira. Eu, Eduardo, guardo ainda comigo o exemplar, surrado e colado, de “A Espoliação Urbana” comprado em sebo na Rua da Carioca no Rio de Janeiro em 1989. Assim como eu, muitos pesquisadores e ativistas do urbano fomos profundamente impactados por […]

O estudo foi realizado por pesquisadores do Cebrap Sustentabilidade e da Universidade Federal do ABC. Os pesquisadores debruçaram-se sobre os estudos já realizados em torno dos números envolvendo a produção de soja no Brasil. Os resultados foram apresentados na live de lançamento do estudo, que aconteceu no canal do Cebrap no YouTube.

As trilhas de métodos do cebrap.lab de 2024 estão no ar. A programação combina laboratórios que apresentam desde uma visão introdutória até ferramentas mais avançadas para desenvolver pesquisas empíricas a partir de dados qualitativos ou quantitativos. O conteúdo dos labs foi pensado para que possam ser cursados a partir das trilhas, ou separadamente, de forma […]