Inscrições abertas até 30/6 para o segundo ano da Cátedra Itinerante Inclusão Produtiva Rural

 

Inscrições abertas até 30/6 para o segundo ano da Cátedra Itinerante Inclusão Produtiva Rural 

 

Já está disponível o edital para o segundo ano da Cátedra Itinerante Inclusão Produtiva Rural. O objetivo é estimular a produção e a sistematização de conhecimento e a formação de capacidades nesse tema. Podem concorrer ao edital universidades públicas e privadas, instituições e centros de pesquisas, organizações da sociedade civil, fundações e grupos de pesquisadores. A Cátedra é uma iniciativa do Cebrap Sustentabilidade em parceria com as Fundações Arymax e Tide Setubal e o Instituto Humanize.

 

As propostas devem ser enviadas para o e-mail sustentabilidade@cebrap.org.br até o dia 30 de junho de 2021.

 

Contexto

No Brasil, estima-se que a metade da população pobre viva em zonas rurais. E este número pode ser ainda maior se consideradas as pessoas que vivem em pequenas cidades interioranas. Dados da Fundação Getúlio Vargas indicam ainda que entre o início da pandemia de Covid-19 e o começo do segundo trimestre de 2021, a população em pobreza extrema quase triplicou. Além disso, números do Datafolha dão conta de que 40% da população mais pobre afirma que falta alimento em casa.

 

É neste contexto que a Cátedra Itinerante Inclusão Produtiva Rural busca a mobilização de evidências, sistematização de lições vindas da prática, fortalecimento de capacidades e disseminação de conhecimentos que contribuam para melhorar as oportunidades de geração de renda e de inclusão das pessoas à vida econômica.

 

Saiba mais no edital aqui.

Leia Também

No quarto episódio da série #CebrapPesquisa, Ronaldo de Almeida fala sobre o comportamento do voto evangélico nas eleições de 2018. Integrante do Núcleo de Etnografias Urbanas e Diretor Científico do Cebrap, o antropólogo é coordenador desse trabalho financiado pelo CNPq e que está em fase de coleta de dados. A série #CebrapPesquisa tem como objetivo […]

Paulo Todescan Mattos apresenta seminário sobre cooperações público-privadas no desenvolvimento industrial. O Estado tomador de riscos: cooperações público-privadas no desenvolvimento industrial Paulo Todescan Mattos, professor de Direito Econômico da FGV-RJ, pesquisador do CEBRAP e atualmente Diretor Vice-Presidente de Regulamentação da Oi. Foi Superintendente do BNDES. 18 de junho, sexta, às 16h no Auditório do Cebrap