Nota de pesar pelo falecimento de Chico de Oliveira

Foi com grande pesar e tristeza que o Cebrap recebeu a notícia da morte de Francisco de Oliveira, o Chico de Oliveira, neste 10 de julho de 2019. O sociólogo pernambucano tinha 85 anos e foi uma das figuras mais importantes da história do Cebrap, que presidiu de 1993 a 1995.

Autor de textos clássicos das ciências sociais brasileiras como Crítica à Razão Dualista, Chico de Oliveira foi o intelectual rigoroso e sofisticado que participou de pesquisas que moldaram o debate brasileiro e que formaram gerações de novos pesquisadores. Imbuído de um ideal de transformação do país a que se manteve fiel durante toda a sua vida, engajou-se desde muito cedo na gestão pública. Foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, em 1980.

O Cebrap reverencia a memória de Chico de Oliveira e exprime sua gratidão pelo privilégio de poder ter contado durante tantos anos com sua energia e seu engajamento na produção de conhecimento inovador e na construção de um país justo e soberano.

O velório ocorrerá hoje no salão nobre do prédio administrativo da FFLCH-USP, a partir das 17h.

Leia Também

Pesquisadores do Cebrap, das universidades federais do Rio Grande do Sul (UFRGS), Alagoas (UFAL), Maranhão (UFMA), Pernambuco (UFPE) e da Universität Hamburg (UH) assinam o artigo “Variações nas taxas de homicídios no Brasil: Uma explicação centrada nos conflitos faccionais”. O artigo compõe o dossiê temático ‘Governança Criminal na América Latina em Perspectiva Comparada’, publicado pela […]

Numa época em que a quantidade de informações disponíveis é cada vez maior, e que a capacidade de analisar e interpretar essas informações é um diferencial para profissionais de diversas áreas, o Cebrap cria uma nova forma de difundir conhecimento analítico: o cebrap.lab, um programa de cursos aplicados de métodos, técnicas e ferramentas de pesquisa […]

O site do cebrap.lab está em novo formato e endereço. Braço fundamental na política de difusão de conhecimento do Cebrap, o cebrap.lab oferece atividades formativas temáticas e aplicadas de métodos, técnicas e ferramentas de pesquisa em ciências humanas e sociais.

O número especial “Dinâmicas da crise” está disponível no site da revista. Participam desse número: Fernando Limongi, Glauco Arbix, Marta Arretche, Angela Alonso, Victor Araujo, Ronaldo de Almeida, Eduardo Marques e Maria Herminia Tavares de Almeida. Os artigos podem ser lidos na íntegra aqui.