Inscrições abertas para as Oficinas Afro Memória

As inscrições estão abertas para as Oficinas Afro Memória. Os encontros acontecerão nos dias 17 e 18 de outubro. Os inscritos poderão escolher participar presencialmente ou de forma virtual no evento. As Oficinas Afro Memória buscam oferecer formação e capacitação teórica, técnica e política para preservação e difusão de acervos físicos e digitais ligados à memória do ativismo negro no Brasil, para finalidades acadêmicas, jornalísticas educacionais ou ativistas.

Confira a programação:

Encontro 1 – 17/10 (19h-21h): Acervo Milton Barbosa – Constituição e Preservação.
Abertura: Paulo C. Ramos, Mário Medeiros (Afro Memória).
Com Denise Gonçalves, Marli Marcondes, Milton Barbosa e Regina Santos (MNU/SP).

Tópicos: Características Arquivísticas, Preservação da Memória Negra, Democratização, Movimento Negro Unificado, Luta Contra a Ditadura, Violência Policial, Internacionalização e Raça/Classe/Território.

Encontro 2 – 18/10 (19h-21h): Ubuntu na Memória Negra – Catalogação e Diálogo.
Abertura: Paulo C. Ramos, Mário Medeiros (Afro Memória).
Com representante da Soweto Organização Negra e David Lacerda.

Tópicos: Arquivos Negros, Conexões entre Movimentos Sociais, Projetos de Memória, Universidade e Movimento Negro, Memória como Militância e Diálogos entre Acervos Afro Memória.

Inscreva-se até o dia 09/10 através do formuláro: https://forms.gle/FUpVrNHg6FUmrDWA6

O projeto Afro Memória resulta de um esforço coletivo que envolve o Afro-Cebrap, linha de pesquisa “Hip hop em trânsito” do Centro de Estudos de Migrações Internacionais da Unicamp, Projeto Memory and Identity in Afro Brazilian Archives, da Universidade da Pensilvânia e o Arquivo Edgard Leuenroth (AEL/ Unicamp), onde os acervos são preservados e disponibilizados para pesquisa.

As atividades contam com apoio da Porticus Foundation, Instituto Ibirapitanga, Fundação Tide Setubal, FAPESP, Open Society, UCLA Archives in Danger e Universidade da Pensilvânia.

 

Leia Também

O professor Sérgio Adorno é o convidado do Seminário promovido pelo Núcleo Etnografias Urbanas do Cebrap, que acontece nesta sexta-feira (19), às 11h. O tema em debate será “Por que fracassam políticas de segurança progressistas?”. A pesquisadora Ana Paula Galdeano será a moderadora desse encontro, realizado em formato híbrido, no Auditório Cebrap e ao vivo […]