Pela obrigatoriedade das disciplinas de Filosofia e Sociologia no Ensino Médio

O Cebrap apoia iniciativa da ANPOF [Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia], em parceria com a ANPOCS [Associação Nacional de Pós-Gradução e Pesquisa em Ciências Sociais], solicitando ao Senado a reinserção dos conteúdos curriculares de Filosofia e Sociologia como componentes obrigatórios do currículo do ensino médio com carga horária de 12 períodos distribuídos em três anos letivos.

Os componentes curriculares são fundamentais na formação humana de indivíduos politizados, autônomos e capazes de exercer a cidadania com consciência. A partir da Filosofia, o aluno estimula e desenvolve o pensamento crítico, enquanto que a Sociologia o ajuda a compreender o que é a cidadania.

Apoie esta iniciativa no site do Senado Federal.

Leia Também

O CEBRAP lamenta o falecimento de Mauricio Segall ocorrido neste domingo, 31/7. Museólogo e economista, Maurício Segall era sócio do CEBRAP. Na edição desta terça-feira, 2/8, do jornal Folha de S.Paulo, Roberto Schwarz publicou um depoimento com um breve perfil de Mauricio Segall. Clique aqui para ler.

  O sócio do CEBRAP Luiz Carlos Bresser-Pereira recebeu na última semana o título de Pesquisador Emérito do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O reconhecimento foi motivado pela vasta contribuição em estudos na área econômica. O CNPq oferece anualmente premiações a pessoas e instituições que se dedicam a atividades de fomento à […]

Elza Berquó, Pesquisadora e Sócia-Fundadora do CEBRAP, foi homenageada por sua contribuição à pesquisa No último dia 05, Elza Berquó foi homenageada por sua contribuição à pesquisa, à inovação tecnológica e à reflexão crítica sobre Prevenção na resposta à Aids, durante o Seminário “Fazer da 4ª. década a última: 30 Anos de epidemia de AIDS”, […]