Projeto ‘Fortalecendo Redes Culturais’ divulga relatório final

Financiado pelo IFCD (International Fund for Cultural Diversity) da Unesco, o projeto Fortalecendo Redes Culturais‘ foi desenvolvido entre os meses de abril de 2018 e agosto de 2019 em quatro cidades de quatro regiões diferentes: Embu das Artes, no Estado de São Paulo (Região Sudeste); Toledo, no Estado do Paraná (Região Sul); Macapá, no Estado do Amapá (Região Norte) e Serra Talhada, no Estado de Pernambuco (Região Nordeste). Coordenado pela socióloga Maria Carolina Vasconcelos Oliveira, o projeto teve como objetivo mais amplo o fortalecimento das redes e das cadeias de produção cultural locais. Para isso, as atividades desenvolvidas buscaram a mobilização de redes, o estímulo à interlocução entre atores públicos e da sociedade civil envolvidos na cena cultural, a qualificação da participação da sociedade civil nas estruturas de governança da cultura, bem como a elaboração conjunta de diagnósticos locais.

Confira o relatório final do projeto: Rel_FortalecendoRedesCulturais

E veja abaixo um minidocumentário sobre o projeto.

 

Leia Também

No Dia Internacional da Mulher o CEBRAP homenageia todas as mulheres que lutaram e lutam por uma sociedade mais igualitária na pessoa de sua pesquisadora sênior e sócia-fundadora, a demógrafa Elza Berquó. Elza desenvolveu pesquisas pioneiras sobre demografia, sexualidade, raça e saúde reprodutiva, que tiveram impacto tanto no debate intelectual quanto nas políticas públicas.

Com base em pesquisa do Cebrap, CET sinaliza rotas para uso de bicicleta como meio de transporte na Lapa e na Mooca. Ciclorrota vai ligar Parques Villa-Lobos e da Água Branca Via para ciclistas na zona oeste terá 18 km e deve ser inaugurada ainda neste mês; na Mooca, serão 8 km até o Sesc […]

Está aberta a seleção de 2022 do Programa Internacional de Pós-Doutorado (IPP) do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), em São Paulo. Seguindo a pluralidade teórica e metodológica do Centro e as experiências anteriores de formação de quadros da Casa, o IPP selecionará até 10 doutoras(es) das áreas de antropologia, ciência política, demografia, direito, […]

A última edição da revista Fapesp destacou a atuação do CEBRAP como um dos principais centros de pesquisas privados de São Paulo. A matéria coloca a instituição como uma referência em políticas públicas e destaca a forma de mantenção da casa. Para conferir a matéria completa, clique aqui.