Trabalho, cuidado e políticas públicas: um olhar sobre a América Latina

Estão abertas as inscrições para o workshop internacional ‘Trabalho, Cuidado e Políticas Públicas: Um Olhar Sobre a América Latina’ que acontecerá de 15 a 17 de outubro de 2018, na USP, em São Paulo. Uma das responsáveis pelo evento é Nadya Guimarães, socióloga, professora da USP e pesquisadora do Cebrap.

INSCRIÇÕES AQUI.

Segue abaixo a programação completa

15 de outubro

17h-19h: Conferência de abertura
“Sistemas integrados de proteção social e a matriz da desigualdade social na América Latina”, por Laís Abramo [CEPAL, Chile]

16 de outubro

8h30-09h30: Conferência 1 (Videoconferência)
“Gender (in)equality in Japan: redefining work and citizenship from the standpoint of care”, por Ruri Ito [Tsuda University, Japão]

10h-12h30: Sessão de debates 1
“A centralidade do trabalho das mulheres e a nova divisão sexual e internacional do trabalho: Brasil, França, Japão”, por Helena Hirata [CNRS/CRESPPA, França e USP, Brasil]
“Os circuitos do cuidado: fronteiras e atrizes nas relações de trabalho. Reflexões a partir do caso brasileiro”, por Nadya Araujo Guimarães [USP e CEBRAP, Brasil]
Comentarista: Mara Viveiros [Universidad Nacional, Colombia]

14h-16h30: Sessão de debates 2
“Uruguay: avances y desafíos en la investigación y las políticas publicas del cuidado”, por Karina Batthyany [Universidad de la República, Uruguay]
Comentarista: Evelyn Nakano Glenn [University of California­Berkeley, Estados Unidos]

17h-19h: Conferência 2
“Cuidarse entre sí: el autocuidado como experiencia terapêutica”, por Pascale Molinier [Université de Paris 13/UTRPP, França]

17 de outubro

8h30-09h30: Conferência 3
“Creación estética, afirmación subjetiva y luchas antiracistas”, por Mara Viveros [Universidad Nacional, Colombia]

10h-12h30: Sessão de debates 3
“Migración y cuidado remunerado de adultos mayores a domicilio y en instituciones. Una mirada subjetiva”, por Natacha Borgeaud­-Garciandía [FLACSO e CONICET, Argentina]
“Cadenas globales de cuidado y migraciones en Chile”, por Irma Arriagada [Centro de Estudios de la Mujer, Chile]
Comentarista: Pascale Molinier [Université de Paris /UTRPP, França]

14h-16h30: Sessão de debates 4
“El activismo em estudios sobre cuidado y estudios críticos en discapacidad”, por Dora Munévar [Universidad Nacional, Colombia]
“Trabajo de cuidado: formación, intermediación y valoración”, por Javier Pineda [Universidad de los Andes, Colombia]
Comentarista: Anne Posthuma [Organização Internacional do Trabalho, Brasil]

17h-19h: Conferência 4
“Decent work in the home”, por Evelyn Nakano Glenn [University of California-Berkeley, Estados Unidos]

Leia Também

A noite desta quarta-feira, 10/6, marcou o lançamento do livro 1964: do golpe à democracia, obra idealizada pelo Cebrap com apoio do BNDES. Realizado na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, o evento contou com a presença das organizadoras da obra, as pesquisadoras Angela Alonso e Miriam Dolhnikoff, e também de alguns autores […]

O CEBRAP lamenta a perda de Antonio Candido, autor de extensa e inestimável contribuição para o pensamento social no Brasil e no mundo. Membro do quadro de sócios do CEBRAP desde 1971, Candido foi um mestre para várias gerações de pesquisadores em literatura e ciências humanas. Que a erudição e o rigor crítico do professor […]