Plataforma Brasileira de Política de Drogas e CEBRAP lançam primeira publicação brasileira sobre política de drogas

Nesta terça-feira, 26/9, foi lançado na sede da Open Society Foundations, no Rio de Janeiro, a revista Platô: Drogas e Políticas. Criada pela Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD) em parceria com o CEBRAP, a publicação é a primeira no Brasil a tratar sobre o tema de políticas de drogas.

A Platô foi pensada para preencher um vácuo até então existente no campo científico das drogas: a ausência de uma publicação nacional que unisse, em uma única edição, as múltiplas faces da política de drogas brasileira. “Queremos trazer uma discussão rigorosa sobre diversos aspectos relacionados ao tema, buscando aproximar a perspectiva acadêmica de um público mais amplo, inclusive por meio de traduções para o português”, afirma o pesquisador do CEBRAP Maurício Fiore, que também é coordenador científico da PBPD e editor da publicação. “A discussão de política de drogas é uma discussão política que não se limita a uma disputa entre dados e evidências”, diz.

A edição online da Platô está disponível aqui. Confira!

 

 

Leia Também

Gestão do biênio 2017-2018: Carlos Eduardo Torres Freire, Ronaldo de Almeida, Angela Alonso e Graziela Castello  Angela Alonso foi mais uma vez escolhida como presidente do CEBRAP. A definição ocorreu durante a Assembleia de Sócios realizada na última sexta-feira, 19/5, no auditório do CEBRAP, que contou com a presença de membros do conselho e sócios […]

Em mais um seminário da série ‘Cebrap 50 anos, obras fundamentais’, Andrea Loyola (IMS/UERJ), Magda Isabel (UFSCar) e Tania Lago (Santa Casa) discutiram a importância e a atualidade dos trabalhos de Elza Berquó, uma das fundadoras do Cebrap, no campo dos estudos de reprodução e também nas discussões raciais, especialmente das mulheres negras. Confira o […]

O relatório da pesquisa O Brasil, as Américas e o mundo,  descreve as percepções do público brasileiro e de líderes, vinculados a questões internacionais,  sobre política externa e questões internacional. A pesquisa faz  parte de uma parceria acadêmica internacional entre equipes de pesquisadores de vários países da América Latina — Argentina, Brasil, Chile, Colômbia,  Equador, México  […]