22 fev | 18h

Qual o lugar do setor público nas finanças verdes?

Nos dias 22 e 23 de fevereiro de 2022, o evento “Diálogos sobre as finanças verdes: os desafios para o financiamento de uma transição verde justa no Brasil” reunirá atores dos setores público e privado, da sociedade civil e da academia para debater os potenciais e os limites de instrumentos financeiros verdes como forma de direcionamento do financiamento privado e público para a transição a uma economia efetivamente sustentável no Brasil, de forma democrática e justa.

A transmissão das três mesas de debates do evento será realizada nas redes sociais do Cebrap (YouTube, Facebook e LinkedIn).

Diálogo 2 – Qual o lugar do setor público nas finanças verdes?
22 de fevereiro – 18h

Com a crescente popularidade dos instrumentos financeiros verdes, governos ao redor do mundo passaram a atuar nesse mercado de diferentes formas: regulando a atuação do setor financeiro para que se torne “verde”, estabelecendo critérios e parâmetros para se determinar o que é “verde”, reconhecendo formalmente regras e standards privados, mobilizando  investimento “verde” para  financiar projetos públicos de infraestrutura, estimulando formas financeiras “verdes” por meio de incentivos fiscais ou do oferecimento de garantias, entre outras formas. O segundo diálogo busca refletir sobre o papel do setor público brasileiro em relação às finanças verdes: deve o Estado brasileiro regulá-las ou são suficientes os regimes privados de governança?  Qual é o papel do financiamento público verde (em comparação às fontes privadas), isto é, o que deve financiar e como?  O que esperar de governos estaduais e municipais no âmbito das finanças verdes? Essas são algumas das perguntas que este diálogo busca responder.

Participantes:
Caio Borges – Instituto Clima e Sociedade (iCS) – @caioborges
Camila Gramkow – Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) – @gramkowc
João Fabio Franco Ferreira – Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES)
Luana Betti – World Resources Institute (WRI) Brasil – @luabetti
Mario Schapiro – Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGVSP) – @schapiromario
Mediação: Diogo R. Coutinho – Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP)

Leia Também

“‘Eu sou uma visionária.’ É assim, racional e sem falsa modéstia, que Elza Salvatori Berquó costuma se apresentar a novos interlocutores. De fato, quinze minutos de conversa bastam para comprovar que a definição cai muito bem a esta matemática de 92 anos, com mais de sessenta deles dedicados a transformar dados estatísticos em inéditos estudos […]

O Intergovernmental Committee for the Protection and Promotion of the Diversity of Cultural Expressions  da Unesco aprovou o financiamento do projeto ‘Strengthening local cultural chains and networks in four brazilian mid sized cultural poles’. Único brasileiro aprovado entre os 7 escolhidos pelo edital, o proposto pelo Cebrap tem como objetivos diretos mapear e diagnosticar as […]

O Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP) condena a ação da Assembleia Legislativa de São Paulo, que RETIROU DA FAPESP recursos orçamentários garantidos pela Constituição estadual da ordem de R$ 120 milhões. Esta ação e a recente declaração do governador do Estado, Geraldo Alckmin, contra os critérios de financiamento da Fapesp ameaçam as autonomias […]