Cebrap promove seminários virtuais durante a pandemia

Em tempos de Covid-19, quarentena e isolamento social, o Cebrap transferiu seus debates do Auditório Elza Berquó para a internet. Com transmissão ao vivo no canal do Cebrap no YouTube, os seminários virtuais vem tratando de diversos aspectos – econômicos, políticos, trabalho, etc – do Brasil e do mundo atingidos e transformados por essa crise histórica causada pelo coronavírus.

Observação: esta postagem será atualizada conforme os seminários acontecerem.

2 de abril – Com abertura de Arilson Favareto (UFABC), coordenador de seminários do Cebrap, e mediação de André Roncaglia (Unifesp/Cebrap), o webinar Cenário econômico no contexto da pandemia do coronavírus reuniu Armínio Fraga (economista, sócio-fundador da Gávea Investimentos, ex-presidente do Banco Central), Marcelo Medeiros (economista, doutor em sociologia, professor visitante da Princeton University) e Zeina Latif (economista, consultora econômica, colunista do jornal O Estado de S. Paulo). Na pauta, o atual cenário econômico brasileiro e o que deve ser feito para fazer face à crise.

17 de abril – Com mediação de Maria Hermínia Tavares de Almeida (Cebrap), o webinar Cenário político no contexto da pandemia do coronavírus reuniu Angela Alonso (socióloga, professora da USP, pesquisadora e ex-presidente do Cebrap), Conrado Hübner Mendes (doutor em Direito e em Ciência Política, professor da Faculdade de Direito da USP) e Marcos Nobre (filósofo, professor da Unicamp e presidente do Cebrap). Na pauta, o atual cenário político brasileiro, ainda mais conturbado pela pandemia do Coronavírus, e os embates entres os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

30 de abril – Coordenado por Hellen Guicheney (Cebrap/Centro de Estudos da Metrópole), Mercado de trabalho no contexto da pandemia Coronavírus reuniu apresentações de Nadya Araújo Guimarães (USP/Cebrap), Sayonara Grillo (UFRJ/Justiça do Trabalho) e Ian Prates (Cebrap/Social Accountability International) e Rogério Barbosa (Centro de Estudos da Metrópole). Prates e Barbosa trataram de trabalho desenvolvido para a Rede de Pesquisa Solidária – Políticas Públicas & Sociedade. Especialmente neste webinar, Adalberto Cardoso (IESP-UERJ) teve o papel de debatedor externo. Na pauta, o presente e o futuro do mercado e das relações de trabalho em um mundo sob ameaça de pandemia e num país em crise política.

8 de maio – Coordenado por Maria Hermínia Tavares de Almeida (Cebrap), Crise e respostas institucionais no contexto da pandemia do Coronavírus trouxe apresentações de Fabiano Santos (IESP-UERJ), Lara Mesquita (FGV/Cebrap) e Marcus André Melo (UFPE). Em pauta, a atuação dos três poderes da República no contexto atual e as possíveis alternativas institucionais frente à evolução da crise política.

15 de maio – Coordenado e mediado por Ana Paula Galdeano (Cebrap), As populações periféricas no contexto da pandemia do Coronavírus: favelas, ruas e prisões trouxe ao debate Camila Nunes Dias (UFABC/NEV), Gabriel Feltran (UFSCar/Cebrap) e Simone Frangella (Instituto de Ciências Sociais/Universidade de Lisboa) tratando do impacto da pandemia nas populações mais violadas do ponto de vista dos direitos humanos, suas condições de vida e as medidas estatais e não estatais adotadas.

 

Leia Também

Em 2009, o Cebrap – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento – completa 40 anos. Para comemorar, a Cosac Naify, em nova parceria com o SESC SP, lança Retrato de grupo, que recupera a história da instituição que ajudou a formar o Brasil moderno. Em 2009, o Cebrap – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento […]

Está aberta até o dia 15 de dezembro uma chamada para trabalhos da II Conferência Internacional para Difusão de Políticas Públicas e Cooperação para o Desenvolvimento [II International Conference on Policy Diffusion and Development Cooperation] que acontecerá em São Paulo de 25 a 27 de maio de 2020. O evento, que começou como um seminário […]

O Cebrap e a Prefeitura de São Paulo, com o apoio do Itaú Unibanco, lançaram nesta semana da versão 2013 do Mapa das Ciclorrotas de São Paulo. O grande destaque dessa nova versão, que pode ser conferida digitalmente aqui, é a inclusão da ciclorrotas na zona leste da capital paulista e a identificação da localização das […]