Censo 2022 foi tema do Seminário Cebrap. Assista à gravação

O Seminário Cebrap do dia 27/10 discutiu o “Censo 2022: um retrato do país”, em seu auditório. O evento debateu as mudanças metodológicas no Censo 2022 em comparação aos anteriores e abordou as transformações demográficas observadas no país na última década, especialmente no que diz respeito às populações indígenas e quilombolas.

Bernadette Waldvogel (Fundação Seade) apresentou “Aspectos Metodológicos do Censo 2022 e Análises da População do Estado de São Paulo”, Marta Azevedo (Nepo/Unicamp) abordou a “População Indígena – Alguns Resultados e Comparações”, e Joice Melo Vieira (IFCH/Unicamp/Nepo) falou sobre a temática “Presença Quilombola: Pioneirismo Do Censo Demográfico 2022”.

O encontro contou com comentários do pesquisador José Mauricio Arruti (IFCH/Unicamp/Cebrap) e moderação da pesquisadora Sandra Garcia (Cebrap).

Assista ao evento:

 

Leia Também

Saiba mais sobre o último livro lançado por Ernesto Isunza Vera e Adrián Gurza Lavalle. Para el futuro de la democracia en el mundo, la proliferación de experiencias de innovación democrática es el fenómeno más sorprendente desde que los ciclos de las transiciones latinoamericanas y comunistas concluyeron sus fases más dramáticas, para desembocar en la […]