Cerimônia na USP marca instalação do Instituto Merian América Latina

 

Na tarde desta segunda-feira, 03/04, foi realizada no Salão dos Atos, no prédio da reitoria da USP, uma cerimônia que marcou a instalação do Instituto Merian América Latina. A iniciativa é formada por um consórcio de sete instituições de pesquisa de ciências sociais e humanidades – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Livre de Berlim (FU Berlin), Universidade de Colônia (UzK), Instituto Ibero-Americano (IAI), El Colegio de México (COLMEX) e Instituto de Investigaciones en Humanidades y Ciencias Sociales (CONICET/Universidad Nacional de La Plata).

A principal objetivo do instituto será o estudo sobre as formas de convivência entre grupos sociais, políticos, religiosos e culturais em sociedades desiguais, na América Latina e no Caribe, promovendo pesquisas comparativas sobre as interdependências regionais.

O Instituto será instalado no prédio do Centro de Difusão Internacional (CDI), no campus da USP em São Paulo, e conta com financiamento do Ministério de Educação e Pesquisa da Alemanha.

O novo instituto foi concebido como um fórum dinâmico da produção e disseminação do conhecimento e caracterizado pela cooperação horizontal e simétrica entre pesquisadores de diferentes disciplinas e países, abrigando pós-doutores e pesquisadores seniores.

Na USP, o centro será instalado, a partir de abril de 2017, em estreita cooperação com o Cebrap, enquanto os parceiros no México e na Argentina participarão ativamente das atividades planejadas, contribuindo para sua divulgação na América Latina e no Caribe, especialmente nos países de língua espanhola. 

A abertura da cerimônia contou com o pronunciamento da presidente do Cebrap  e professora do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Angela Alonso. A professora ressaltou que o Instituto terá como propósito o estudo sobre a complexa realidade cultural e social da América Latina. “Não se trata de um olhar europeu sobre nossa sociedade. Nosso objetivo é pesquisar as interdependências e possibilitar novos conhecimentos para uma cooperação de longa duração”, afirmou.

O cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Axel Zeidler, falou sobre a importância da criação do Instituto, que se soma a outros centros alemães de pesquisa localizados em São Paulo, dentre eles o Centro Alemão de Ciência e Inovação em São Paulo (DWIH).

Para o reitor da USP, Marco Antonio Zago, o novo Instituto cumpre uma das principais missões da Universidade, que é a criação de novo conhecimento. “O novo Instituto conecta a USP a importantes e tradicionais centros de pesquisas na área de humanidades, o que é um motivo de comemoração”, afirmou.

 

Angela Alonso durante assinatura de instalação do Instituto Merian América Latina

Leia Também

O pesquisador do CEBRAP José Arthur Giannotti lança nesta quinta-feira, 14/9, a partir das 19h, na livraria Martins Fontes (Av. Paulista, 509), o livro “Os limites da Política” (Companhia das Letras). Na obra, ele e o professor de filosofia da Ufscar Luiz Damon Santos Montinho discutem temas como o lugar da democracia no capitalismo contemporâneo.

O Cebrap apoia iniciativa da ANPOF [Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia], em parceria com a ANPOCS [Associação Nacional de Pós-Gradução e Pesquisa em Ciências Sociais], solicitando ao Senado a reinserção dos conteúdos curriculares de Filosofia e Sociologia como componentes obrigatórios do currículo do ensino médio com carga horária de 12 períodos distribuídos em três anos […]

Saiba mais sobre o último livro lançado por Ernesto Isunza Vera e Adrián Gurza Lavalle. Para el futuro de la democracia en el mundo, la proliferación de experiencias de innovación democrática es el fenómeno más sorprendente desde que los ciclos de las transiciones latinoamericanas y comunistas concluyeron sus fases más dramáticas, para desembocar en la […]