Estudo Cebrap analisa o financiamento das comunidades terapêuticas

Estudo elaborado pelo Cebrap e pela ONG Conectas Direitos Humanos apresenta dados dos últimos anos sobre o financiamento das comunidades terapêuticas, principal política do governo federal e de alguns governos estaduais e municipais para o tratamento de pessoas que sofrem com o uso de drogas.

O estudo analisou o financiamento público feito pelo governo federal e também por prefeituras, governos estaduais e emendas parlamentares. O pesquisador do Cebrap Mauricio Fiore, um dos responsáveis pela pesquisa, concedeu entrevista à BCC sobre os resultados encontrados. Confira aqui. 

Leia Também

O CEBRAP lamenta a perda de Antonio Candido, autor de extensa e inestimável contribuição para o pensamento social no Brasil e no mundo. Membro do quadro de sócios do CEBRAP desde 1971, Candido foi um mestre para várias gerações de pesquisadores em literatura e ciências humanas. Que a erudição e o rigor crítico do professor […]

O CEBRAP lamenta o falecimento de Mauricio Segall ocorrido neste domingo, 31/7. Museólogo e economista, Maurício Segall era sócio do CEBRAP. Na edição desta terça-feira, 2/8, do jornal Folha de S.Paulo, Roberto Schwarz publicou um depoimento com um breve perfil de Mauricio Segall. Clique aqui para ler.

4 de novembro de 2019, uma segunda-feira quente, foi o dia do lançamento do décimo quinto núcleo de pesquisa do Cebrap. Coordenado por Márcia Lima, o AFRO – Núcleo de Pesquisa e Formação em Raça, Gênero e Justiça Racial nasce com objetivos ousados e urgentes. “O Afro é um núcleo de pesquisa, formação e difusão […]