Impactos Sociais do Envelhecimento Ativo – São Paulo

A partir de survey realizado com população de 50 anos ou mais em três capitais brasileiras (São Paulo, Salvador e Porto Alegre), a pesquisa “Impactos Sociais do Envelhecimento Ativo” traz resultados inéditos sobre 11 dimensões condicionantes para qualidade de vida da população no processo de envelhecimento. A pesquisa foi realizada pelo Núcleo de Desenvolvimento do Cebrap em conjunto com o Itaú Viver Mais.

O estudo apresenta o Índice de Envelhecimento Ativo, derivado de indicadores de todas as dimensões aferidas na pesquisa: inclusão digital, inclusão produtiva, segurança financeira, mobilidade, práticas culturais, bem-estar, saúde, exposição à violência, práticas de atividades físicas, capital social e autoestima. A partir do olhar transversal, a análise dos resultados permite aferir o impacto de cada uma das diferentes dimensões na qualidade de vida dessa população e simultaneamente no desenvolvimento econômico e social da sociedade como um todo. Espera-se com os resultados estimular a promoção de políticas públicas e diferentes ações que garantam as condições adequadas de vida em uma sociedade que envelhece rapidamente.

Confira a publicação de São Paulo:

Leia Também

Está no ar nova pesquisa feita pelo Cebrap em parceria com o Itaú. Impacto Social do Uso da Bicicleta no Rio de Janeiro foi elaborada a partir de entrevistas domiciliares com indivíduos de 16 anos ou mais e amostragem com dois grupos distintos: população do município do RJ e ciclistas. A pesquisa foi coordenada por Carlos […]

Reconstruir a organização do cuidado de maneira robusta e mais resiliente requer uma compreensão abrangente da socio-economia dos cuidados. Com o apoio da Trans-Atlantic Platform/Fapesp, CNPq e Fundação Arymax a equipe buscará aprender com iniciativas inovadoras em seis diferentes países: Brasil, Canadá, Colômbia, Estados Unidos, França e Reino Unido. Através de quatro eixos de análise, […]

Duas pesquisas desenvolvidas pelo Cebrap Sustentabilidade foram destaque no jornal Valor Econômico. O relatório “Inclusão Produtiva no Brasil Rural e Interiorano”, elaborado pelo Cebrap juntamente com as Fundações Arymax e Tide Setubal e o Instituto Humanize, e o estudo “Campeões em produção, campeões em desenvolvimento?”, desenvolvido pelo Cebrap em parceria com a UFABC.

No início de outubro, a Fundação Carlos Chagas anunciou as três vencedoras da 8ª Edição do Prêmio Prof.º Rubens Murillo Marques. A premiação, criada em 2011, “tem como objetivo valorizar e divulgar experiências formativas propostas e realizadas por docentes dos cursos de Licenciatura na formação de professores para a Educação Básica”. As professoras premiadas, e […]