Lançada iniciativa para o monitoramento e avaliação de políticas públicas em Alagoas

Foi lançada no mês passado em Alagoas iniciativa que contou com a participação do Núcleo de Desenvolvimento do Cebrap e que visa fortalecer a gestão do conhecimento, monitoramento e avaliação das políticas públicas naquele Estado. Trata-se do Observatório de Políticas Públicas e dos Cadernos de Programas Estratégicos.

Implementada pelo Núcleo de Desenvolvimento do Cebrap e promovida pelo Governo do Estado de Alagoas em parceria com a ONU-Habitat, a iniciativa é parte integrante do projeto Visão Alagoas 2030 (https://visaoalagoas2030.al.gov.br/), uma colaboração técnica entre o ONU-Habitat e o Governo do Estado para impulsionar a prosperidade urbana sustentável e inclusiva na região.

Como resultado desta colaboração, foi desenvolvida uma plataforma digital que disponibiliza o Observatório de Políticas Públicas e a sistematização dos Programas Estratégicos do Estado.

O Observatório foi concebido como uma ferramenta para facilitar o acesso a indicadores alinhados às agendas globais de desenvolvimento sustentável, como a Nova Agenda Urbana e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Seu propósito é avaliar o desempenho dos ODS em nível subnacional, oferecendo dados públicos atualizados e desagregados em nível municipal. Isso contribui para promover estratégias eficazes de monitoramento e avaliação.

Integrado ao Observatório, foram elaborados nove cadernos sobre políticas públicas em áreas cruciais, como primeira infância e gestão de resíduos sólidos, consideradas estratégicas para o avanço do desenvolvimento sustentável e para a qualidade de vida da população no estado.

Esses cadernos estão disponíveis em (https://observatorio.al.gov.br/?page_id=1504) e buscam documentar os processos de implementação e os principais resultados dessas políticas no período de 2015 a 2022, apresentando indicadores para facilitar seu monitoramento e avaliação.

A equipe do Cebrap encarregada dessa iniciativa foi formada por pesquisadores do Núcleo de Desenvolvimento, com coordenação de Tomás Cortez Wissenbach e Dorival Mata-Machado. A equipe incluiu Monise Fernandes Picanço, Gabriela Trindade de Almeida, Jonas Tomazi Bicev e Marina Castro de Oliveira. Carolina Passos também contribuiu ativamente para esses trabalhos.

 

Leia Também

O segundo dia de atividades da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais aconteceu em um sábado, 24 de março, e a única atividade foi uma mesa redonda que reuniu Otaviano Canuto [The World Bank], Marta Arretche [USP/CEM-Cebrap] e Ricardo Paes de Barros, chefe economista do Instituto Ayrton Senna e professor no Insper [Instituto de […]

No quarto episódio da série #CebrapPesquisa, Ronaldo de Almeida fala sobre o comportamento do voto evangélico nas eleições de 2018. Integrante do Núcleo de Etnografias Urbanas e Diretor Científico do Cebrap, o antropólogo é coordenador desse trabalho financiado pelo CNPq e que está em fase de coleta de dados. A série #CebrapPesquisa tem como objetivo […]