Perfil de Elza Berquó na Veja SP

“‘Eu sou uma visionária.’ É assim, racional e sem falsa modéstia, que Elza Salvatori Berquó costuma se apresentar a novos interlocutores. De fato, quinze minutos de conversa bastam para comprovar que a definição cai muito bem a esta matemática de 92 anos, com mais de sessenta deles dedicados a transformar dados estatísticos em inéditos estudos sobre o comportamento da população.”

E assim começa ‘Elza Berquó, 92: uma das mais importantes demógrafas do país’, perfil escrito pela jornalista Mônica Santos sobre uma das fundadoras do Cebrap.

Leia a matéria completa no site da Veja SP.

Leia Também

No quinto episódio da série #CebrapPesquisa, Vera Schattan Pereira Coelho explica a pesquisa que acompanhou o desenvolvimento dos serviços de atenção básica oferecidos pelo SUS nas periferias do município de São Paulo de 2001 a 2016. O que melhorou? Por quê? O que ainda falta melhorar? Textos relacionados: IDS Bulletin, 2018 – “Reducing health inequalities […]

Estudo elaborado pelo Cebrap e pela ONG Conectas Direitos Humanos apresenta dados dos últimos anos sobre o financiamento das comunidades terapêuticas, principal política do governo federal e de alguns governos estaduais e municipais para o tratamento de pessoas que sofrem com o uso de drogas. O estudo analisou o financiamento público feito pelo governo federal […]

As cidades brasileiras perderam Lúcio Kowarick, um dos mais argutos pioneiros da sociologia urbana brasileira. Eu, Eduardo, guardo ainda comigo o exemplar, surrado e colado, de “A Espoliação Urbana” comprado em sebo na Rua da Carioca no Rio de Janeiro em 1989. Assim como eu, muitos pesquisadores e ativistas do urbano fomos profundamente impactados por […]