Efeitos das políticas de isolamento e distanciamento social relacionadas ao COVID-19 na vida de famílias vulneráveis no Brasil

A pesquisa analisa os efeitos das políticas relacionadas ao COVID-19 na vida de famílias urbanas vulneráveis no Brasil. Consideramos que a recomendação de medidas como confinamentos e distanciamento social produzem efeitos diferenciais sobre populações de baixa renda, agravados pela precariedade de infraestrutura e pela presença de grupos armados legais ou ilegais. Visamos compreender como famílias brasileiras em situações de vulnerabilidade social experienciam concretamente as medidas relacionadas ao COVID-19 ao longo do tempo. Adotamos como metodologia a aplicação mensal de entrevistas estruturadas e a realização de entrevistas em profundidade por aplicativos de celular ou por ligação telefônica com 17 famílias de diferentes cidades e regiões do país. Acreditamos que os resultados da pesquisa permitirão conhecer quais recursos as unidades domésticas acionaram em face à nova realidade apresentada pela pandemia, bem como as estratégias adotadas para a garantia dos direitos sociais no Brasil.

Período: Mar/2021 – Mar/2022

Artigos

PIEROBON, Camila; LACERDA, Paula, RUI, Taniele. (2021). “Efeitos da pandemia na vida de famílias de baixa renda: apontamentos preliminares”. Blog da Sociedade Brasileira de Sociologia. (Link)

LACERDA, Paula; PARREIRAS, Carolina. (2021). “Conflicting care in Brazil”. Anthropology News. (Link)

Podcast

PIEROBON, Camila; GUARIENTO, Suellen. (2020). “Vivências: Efeitos da Pandemia em Famílias Urbanas Periféricas”. Para o Podcast do Centro Acadêmico XI de Agosto – USP. (Link)

Coordenador da pesquisa: Camila Pierobon (Cebrap), Paula Lacerda (UERJ), Taniele Rui (Unicamp/Cebrap).

Pesquisadores externos: Carolina Branco de Castro Ferreira (Unicamp), Daniela Petti (MN/UFRJ), Isadora Lins França (Unicamp), Letícia Carvalho Ferreira (UFRJ), Manuela Cordeiro (UFRR), Marcella Araujo (UFRJ), Mariah Francisco (UERJ), Paula Lacerda (UERJ), Raquel Alonso (Unicamp), Sílvio Rogério dos Santos (Unicamp), Thamires Baptista (UERJ).

 

Anexos