As implicações da autonomia das polícias para a segurança pública, a ação coletiva e a democracia

A atuação das polícias tem sido objeto de contínua atenção por parte de pesquisadores e cientistas sociais no Brasil. Para analisar as implicações da autonomia das polícias para a segurança pública, a ação coletiva e a democracia, o Cebrap convidou três pesquisadores para participar do Seminário que acontece na próxima sexta (30/4), às 11h, no Canal do Cebrap no YouTube.
O encontro terá a mediação de Ana Paula Galdeano e contará com o cientista social Renato Sérgio de Lima, presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública; a professora Flávia Rios, da Universidade Federal Fluminense e pesquisadora do Afro Cebrap; e Gabriel Feltran, professor do Departamento de Sociologia da Universidade Federal de São Carlos e pesquisador do Núcleo de Etnografias Urbanas do Cebrap.

Leia Também

A última edição da revista Fapesp destacou a atuação do CEBRAP como um dos principais centros de pesquisas privados de São Paulo. A matéria coloca a instituição como uma referência em políticas públicas e destaca a forma de mantenção da casa. Para conferir a matéria completa, clique aqui.

Estão abertas as inscrições para a seleção de dois/duas bolsistas de Iniciação Científica para a condução dos projetos “Judiciário e crise da democracia weimariana no diagnóstico de Franz Neumann” e “Juridificação e crise da democracia weimariana no diagnóstico de Otto Kirchheimer”. As bolsas são vinculadas ao projeto temático “Crises da democracia: Teoria Crítica e diagnóstico […]