Guillermo O’Donnell (1936-2011)

Nota de falecimento

O Cebrap lamenta o falecimento do cientista político argentino Guillermo O’Donnell, um dos principais teóricos do autoritarismo e da democracia na América Latina. Entre seus trabalhos seminais estão Modernización y autoritarismo (1972) e El Estado burocrático autoritário (1982), estudos cruciais para a compreensão das origens e da natureza dos regimes autoritários da região, assim como dos empecilhos à democratização efetiva dos países latino-americanos. Professor da universidade de Notre Dame (EUA), onde dirigiu o Instituto Kellog de Estudos Internacionais, O’Donnell presidiu a Associação Internacional de Ciência Política de 1988 a 1991. Entre 1985 e 1992, foi pesquisador sênior do Cebrap, onde coordenou pesquisas sobre a transição democrática na América Latina. O’Donnell também colaborou em diversas ocasiões com a revista Novos Estudos, como atestam os artigos “Poliarquias e a (in)efetividade da lei na América Latina” (1998), “Sobre o Estado, a democratização e alguns problemas conceituais” (1993), e “Democracia delegativa?” (1991).

Leia Também

O CEBRAP lamenta profundamente a morte de Dom Paulo Evaristo Arns, Cardeal Arcebispo Emérito de São Paulo. Além de seu apoio direto à constituição deste centro de pesquisa, sendo um dos inspiradores do livro São Paulo: crescimento e pobreza, Dom Paulo será sempre lembrado por nunca ter se omitido diante do arbítrio e da desigualdade.

Resultados do estudo realizado pela Fundação Seade para a Prefeitura da Cidade de São Paulo O estudo conceituou, organizou e quantificou informações inéditas sobre as atividades das ciências da vida humana em São Paulo, confirmando sua centralidade no cenário paulista e nacional e colocando-a entre os mais relevantes centros internacionais promotores de atividades que envolvem […]

Daniela Costanzo, pesquisadora do Núcleo de Desenvolvimento do Cebrap, participou do primeiro Summer Institute da Network for a New Political Economy (N2PE) da Universidade da California Berkeley. A rede, coordenada pelos professores Neil Fligstein e Steven Vogel, tem como objetivos trabalhar para definir como deveria ser uma nova economia política e construir uma comunidade interdisciplinar […]