Plataforma Brasileira de Política de Drogas e CEBRAP lançam primeira publicação brasileira sobre política de drogas

Nesta terça-feira, 26/9, foi lançado na sede da Open Society Foundations, no Rio de Janeiro, a revista Platô: Drogas e Políticas. Criada pela Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD) em parceria com o CEBRAP, a publicação é a primeira no Brasil a tratar sobre o tema de políticas de drogas.

A Platô foi pensada para preencher um vácuo até então existente no campo científico das drogas: a ausência de uma publicação nacional que unisse, em uma única edição, as múltiplas faces da política de drogas brasileira. “Queremos trazer uma discussão rigorosa sobre diversos aspectos relacionados ao tema, buscando aproximar a perspectiva acadêmica de um público mais amplo, inclusive por meio de traduções para o português”, afirma o pesquisador do CEBRAP Maurício Fiore, que também é coordenador científico da PBPD e editor da publicação. “A discussão de política de drogas é uma discussão política que não se limita a uma disputa entre dados e evidências”, diz.

A edição online da Platô está disponível aqui. Confira!

 

 

Leia Também

Na manhã desta terça-feira, 8/8, foi realizada uma cerimônia para homenagear a pesquisadora e sócia-fundadora do CEBRAP, a demógrafa Elza Berquó. Durante o evento, que contou com a presença de importantes membros da história da instituição, foi inaugurada a nova placa do auditório do CEBRAP. Agora, o espaço passa a se chamar Auditório Elza Berquó. […]

“Hegel é o primeiro filósofo a fazer de seu tempo o objeto da filosofia”, afirmou o professor da Unicamp e pesquisador do Cebrap, Marcos Nobre, durante o seminário ‘Como nasce o novo? Hegel e a Teoria Crítica’. Durante a apresentação e o debate, Nobre também tratou de seu mais recente livro, ‘Como nasce o novo‘ […]

Estudo elaborado pelo Cebrap e pela ONG Conectas Direitos Humanos apresenta dados dos últimos anos sobre o financiamento das comunidades terapêuticas, principal política do governo federal e de alguns governos estaduais e municipais para o tratamento de pessoas que sofrem com o uso de drogas. O estudo analisou o financiamento público feito pelo governo federal […]